Display

quarta-feira, 23 de junho de 2010

DROGA, O CÂNCER QUE ESTÁ MATANDO NOSSA JUVENTUDE


Hoje, observamos que, cada vez mais cedo, os nossos jovens estão morrendo devido ao uso de drogas. É lamentável presenciar uma juventude tão bonita, morrendo e perdendo seus sonhos, ideais e a vontade de viver, vencer e se realizar.


O que podemos fazer? Como salvar nossa juventude desse câncer chamado dependência química?


Ouvindo famílias que vivem esse drama terrível, às vezes fico sem resposta, mas a resposta com certeza existe.


Uma constatação nos dias de hoje é que a maconha e a cocaína são as mais desejadas pelo jovem e que geralmente são oferecidas no grupo de convivência : escola, amigos, baladas etc...
Uma vez usada a droga, o jovem muda totalmente o comportamento e passa a ficar agressivo, rebelde ou isolado e deprimido.

O prazer momentâneo faz com que o jovem busque cada vez mais o prazer em drogas mais poderosas e mais caras que pode ser a iniciação para o mundo do crime: roubo, assalto, assassinato.

Quando a família percebe que um dos membros esta se envolvendo com o mundo das drogas, o que fazer?


Primeiro passo, na minha opinião, é o diálogo, a compreensão, o acolhimento e não a bronca, a repreensão e o castigo.


No diálogo, apontar para esse jovem apoio e caminhos para ajudá-lo a se livrar do vício.
O jovem com problema de dependência química precisa querer sair da situação. E um dos elementos indispensáveis por parte dos pais e irmãos é o carinho , a fé e o afeto neste momento tão difícil.


Um outro passo importante dos familiares é a vigilância: estar sempre atento a qualquer mudança de comportamento e estar sempre junto , envolvendo-o nas atividades familiares como festa, comemorações, viagens, problemas corriqueiros e tantas outras coisas mais, porém, nunca deixar o jovem dependente isolado e fechado, sozinho em seus conflitos.

Este artigo sobre a questão das drogas está incompleto. Gostaria que você, no espaço dos comentários acrescentasse outros passos e atitudes que podemos assumir perante um familiar ou amigo envolvido no mundo das drogas.



Caminhar sempre pelos caminhos do bem.

(Foto - crédito Celina Missura)

13 comentários:

O Matuto disse...

Oi, valeu pela visita no Matuto!
Vou conferir todo o blog aqui pra entender a proposta e tal...mas muito bacana já de início.
abraços e seguirei acompanhando e comentando!
hehe

Flavi disse...

Olá,
Obrigada pela visita.

Postei o link do seu blog sobre esse assunto DROGAS!

Beijos

Jesueude Borges! disse...

Olá querida muito Obrigada pelo carinho...
adorei a visita..volte sempre...
amei também seu cantinho falando sobre um asunto muito importante.
Parabéns
Bom domingo.... beijos fica com Deus
Josy Borges!

@_helenice disse...

Que excelente post... tenho 2 filhos entrando na adolescência e com certeza drogas é uma grande preocupação, enquanto estão dentro de casa, sobre nossos olhares é uma coisa... mas lá fora... é necessário mta força de vontade e personalidade para dizer Não aos amigos, isso eu ensino desde pequenininhos... não sejam iguais aos outros, sejam vcs mesmos.

Vinícius Brandimarti disse...

Hoje, logo quando jovens, as pessoas ja começam a usar drogas e você tem que acolhe-lo e conversar com ele, mostrando os melhores caminhos da vida. Você precisa vigia-lo para que possa saber se ele continua usando drogas ou não.

Isadora de Leão Moreira disse...

Axo que cada um sabe o que faz prof, o que podemos fazer é orienta-los. Ter uma boa convivencia familiar, estar atento sempre a qualquer comportamento estranho. Faze-lo ver que a droga é fatal, e que não podemos engeri-la ou enjeta-la. Confiar nos filhos também, sempre tentar conversar com ele e ter coomprenção a tudo o que eles se proporem a falar, por que não é tudo mundo que está disposto a "abri o jogo" com os pais.

Anônimo disse...

olha o cancer acomtece porque as pessouas n aceitam a ajuda e so percebem quamdo ja acomteceu


por gustavo

Caio Ribeiro disse...

Drogas estão virando um problema cada vez mais sério. O acesso a elas está ficando cada vez mais facil. A juventude não deve ser alertada, e nem reprendida. A juventude deve ser ensinada, com paciencia e calma. O tema da droga deve ser abordado, e não ignorado. Jovens estão morrendo, muitas vezes por falta de instrução.

Anônimo disse...

Celina,
Concordo com tudo que está dito no texto, o inicio das drogas ocorrem e nem percebemos, apenas quando a pessoa ja fica mal, e como ja sabemos, e um vicio muito dificil, de de se parar.
E concordo com você novamente, em falar que os mals das drogas devem ser falados e ditos em todos os lugares possiveis, não chega a ser uma grande solução mais ja é alguma coisa.
Pilar Belotti 9ºA

fernando disse...

as pessoas estao sabendo sobre todo mundo sabe sobre o cancer mas as pessoas aindam estao fumando ou usando drogas e eles sabem e muito caro o tratamento

Anônimo disse...

drogas é uma grande preocupação, enquanto estão dentro de casa, sobre os olhares dos pais é uma coisa,mas fora de casa é necessário muita força de vontade e personalidade e ter consciencia para dizer Não aos amigos,temos que ser nós mesmos,e nao sermos iguais aos outros.

FABIO MANDIA Nº7 9ºANO

Anônimo disse...

bem quando uma familia possui um dependente quimico e nessessario lhe dar carinho e afeto de todos ao redor: mulher, amigos e famila
Pedro 9ano nº19

Anônimo disse...

Gostei desse post porque,as crianças e os adolecentes estão se perdendo no mundo,estão deixando tudo para trás,sonhos,trabalhos,e principalmente a VIDA.Os adolecentes não conseguem sair dessas drogas pois é um vicio,muitos morrem pois não conseguem sair desse vicio e acabam pegando duenças como o CANCER.Essas crianças precisam de ajudas,e para isso todos nós devemos ajudar essas crianças dando paz e deixando essas crianças em um caminho bom.Sem DROGAS!

Rodrigo Atet Cortizo, 6 ano