Display

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

SERRA DO RIO DO RASTRO

           SERRA DO RASTRO – SANTA CATARINA

(Fotos credito Celina Missura}

Um plano ousado para mim, um desafio que me dava medo! Subir a Serra do Rastro , no estado de Santa Catarina.



Alguns contratempos aconteceram. Minha viagem estava prevista dia 10 de fevereiro, saindo de Maringá as 17.30 horas com chegada prevista em Criciúma, Santa Catarina às 23 horas. Mas o voo atrasou e a empresa aérea me remanejou para um voo com destino a Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Estresse total! Mas no fim deu tudo certo. Fui até Porto Alegre e de taxi até a cidade de Criciúma chegando ao destino às 3 horas da manha do dia 11 de fevereiro. Noite mal dormida e a preocupação era a seguinte Será que vou conseguir subir a Serra do Rastro?
Acordei preocupada. Partimos em cinco pessoas. Eu, Márcia, Gilberto, José e Osvaldo.

Ao começar a subida da serra do Rastro, a partir do hotel Verde Serra, fiquei encantada com tanta beleza.


Meu olhar se perdia no horizonte e certo medo me acompanhava, pois não tinha segurança se iria vencer o desafio.


Aos poucos fui sendo tomada por uma confiança que o desafio seria vencido com segurança. Algumas paradas para retomar o fôlego e os olhos sempre procurando onde estava o fim da serra...



 Mas a beleza  era tanta que o cansaço já não dominava os meus passos e a minha mente.
Vales e cachoeiras por todos os lados.



A belíssima cachoeira é bastante atrativa para uma pausa refrescante. Depois de tomar um novo folego e possível continuar a caminhada.




Depois de duas horas eu olhava para trás e mal acreditava que já tinha vencido um bom trajeto. A empolgação para atingir o pico da Serra era uma força interior incrível que me dava forças para continuar. Confesso que em alguns momentos fiquei em êxtase diante de tanta beleza!


Minha água acabou, mas a natureza farta de cachoeiras me proporcionou reabastecer minha garrafa para poder continuar com tranquilidade.


Aos poucos o começo da serra ficava cada vez mais distante e o pico cada vez mais próximo
A cada curva novas descobertas, novas emoções!




Comecei a sentir certo cansaço, porém a beleza da Criação me envolvia cada vez mais e as pequenas dores que estavam surgindo ficavam em segundo plano.


                                        A subida da Serra está chegando ao fim.


 Foram 11 quilômetros em 4 horas. Sinto uma grande alegria por vencer mais um desafio que exigiu força de vontade, determinação, otimismo.


Chegamos! Forte emoção invade meu interior e sinto-me vitoriosa, forte, segura. A caminhada só veio confirmar o quanto é importante acreditar em si mesmo e nunca desanimar diante dos desafios e dificuldades.



Agradeço imensamente o apoio do grupo que diminuiu o passo para que eu pudesse subir a Serra do Rastro. Gesto nobre, pois na vida, muitas vezes precisamos diminuir o passo para poder caminhar juntos. Obrigado galera!



                                                                                                     Celina Missura

2 comentários:

De Covelo Perdiz disse...

Parabéns Celina.
Seu batismo em longas caminhadas foi coroado de êxito.
Eu, como seu padrinho, sinto-me orgulhoso do seu feito.
Prepare-se bem, pois isso foi só o começo de uma nova vida.
Um grande beijo em seu coração peregrino.
De Covelo Perdiz.

José Carminatti disse...

Muito orgulhoso de ter convivido na subida da Serra do Rio do Rastro.
Você já é uma peregrina e tenho certeza que este foi o primeiro grande caminho de muitos.

Abraço

José Carminatti