Display

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

CAMPANHA SOBRE ECOLOGIA - 2011

(Foto - crédito Celina Missura)



Alcimário Pereira de Oliveira - coord. Campanha da Fraternidade


A criação geme em dores de parto” é o lema da Campanha da Fraternidade de 2011, que tem como tema Fraternidade e a Vida no Planeta, anualmente promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) da Igreja Católica Apostólica Romana.


A CF quer despertar na sociedade uma leitura bíblica a partir da obra criada por Deus e deseja contribuir para que haja, na sociedade, uma maior conscientização acerca do aquecimento global. Quer, também, provocar debate sobre o papel que cada um exerce no Planeta, contribuindo para as mudanças climáticas que se verificam, atualmente.


O objetivo da CF é motivar as pessoas a participarem de debates e ações que possam enfrentar o problema da poluição do Planeta e a preservação das condições favoráveis à sobrevivência e permanência das futuras gerações da terra.


A CF 2011 aborda o tema do aquecimento global e das mudanças climáticas a partir da ação criadora e harmoniosa de Deus e da sua Palavra, que cria e recria para deixar ao ser humano um tesouro do qual ele deve cuidar e zelar, mas nunca destruir nem explorar de forma depredatória.É de suma importância perceber a si mesmo como integrante de uma rede maior de relações de produção e consumo, na qual o consumo não deve ultrapassar a necessidade de cada pessoa.


Assim sendo, não haverá acúmulo de bens. A própria necessidade de sobrevivência impõe ininterrupta intervenção sobre o ambiente e daí retirar toda a sua alimentação e bem-estar. Os humanos são seres de combustão.


Alimentam-se de outras formas de vida para sua própria manutenção. As intervenções, contudo, podem ser diferentemente moduladas. A "pegada humana" que significa a ação de consumo ou poluição que cada pessoa exerce na terra, tem sobre o ambiente poder de ser mais pesada ou mais leve.


Tudo vai depender do modo como cada um de nós está pisando na terra.Há formas mais predatórias de organizar a vida em sociedade e há outras menos predatórias. No fundo, depende do exercício de sabedoria. Seja sábio e verifique a sua “pegada” ecológica e veja a maneira de reduzi-la para que seja um contribuinte na limpeza do planeta.


A discussão é a favor da mudança de mentalidade, mas também de uma educação ambiental. Acima do debate está o comportamento de cada cidadão e isso forma um problema radical para transformar o problema em solução.


A CF não dará fruto se não provocar uma consciência de que cada um de nós é parte do problema, que se deve reverter na convicção de que cada um pode pessoalmente dar o seu contributo para a diminuição das emissões de gases de efeito estufa e de trabalhar para hajam energias limpas.


Para que a CF tenha efeito, são propostas as seguintes ações: Viabilizar meios para a formação da consciência ambiental em relação ao problema do aquecimento global e identificar responsabilidades e implicações éticas que estejam a favor ou que estejam fora de padrões de conservação e redução;


Promover a discussão sobre os problemas ambientais com foco no aquecimento global de forma científica, de forma que, ao mesmo tempo, possa ser acessível na linguagem a todas as pessoas e que elas sejam envolvidas num processo de transformação; mostrar a gravidade e a urgência dos problemas ambientais provocados pelo aquecimento global e articular a realidade local e regional com o contexto nacional e planetário.


Enfim, o maior desafio está na tomada de consciência de que não somos os donos do Planeta nem temos o poder de usurpá-lo desmesuradamente, causando consequências irreversíveis para a geração vigente e também para as futuras gerações. Tudo será melhor quando cada pessoa começar a fazer o mapa da sua própria pegada ecológica



4 comentários:

Anônimo disse...

O aquecimento global está mais forte ainda, temos que ajudar, pois mesmo que ajudamos a não gastar energia, reciclar temos de ajudar. Tem várias pessoas que pensam que ajudam, mas não ajudam nessa parte. Todos tem que ajudar, pois fazemos parte desse planeta também!

GIOVANNA 8º ANO

Anônimo disse...

Muito legal a Campanha da Fraternidade ter como teme de 2011 a ecologia.É muito importante saber que temos que ter consciência e cuidar do nosso planeta antes que seja tarde demais.
Malú - 8º ano

Nathalia disse...

Eu achei bem interessante esse texto. Porque ele tem várias coisas como ele fala sobre ecologia porque eu acho que se a gente não tem consciência ecológica o planeta não é nada.

Nathalia Mezzetti 8º ano =]

Anônimo disse...

Eu acho que a ecologia é uma solidariedade porque sem a ecologia a gente não vai conseguir viver pois a ecologia faz parte da nossa vida .


Mariane Giaxa 8º ano =)